quarta-feira, 1 de julho de 2009

Os Reis de DogTown



O show de Surf no WCT recomeça amanhã. Por enquanto umas palavras sobre uns malucos que me fazem refletir sobre a vida.

Sem nada e por nada. Inspiração, atitude, talento. E só. Assim foram os Reis de Dogtown. Moleques de estilo nato. Garotos que, devido a tal fissura em dias de mar flat, inventaram o surf no asfalto, o famoso “Long” hoje em dia. Eles não tinham limites, logo evoluíram para as piscinas e mostraram ao mundo que os escravos um dia tornam-se Reis.

Alguns deixaram o sucesso subir a cabeça, outros – como Jay Boy – nunca caíram na tentação. Só queriam se divertir fazendo o que mais gostavam: viver na adrenalina, mesmo em sub-mundo complicado, sem dinheiro e sem nada. Apenas para satisfação própria. O pico dos groms era sinistro, o surf complicado. Mas eles estavam sempre lá, quebrando, surfando, andando de Skt e o principal, VIVENDO. Isso é a essência. Isso era o que faziam de melhor.

Nem vou escrever muito sobre os caras, porque me emociona. Era a pureza do que tanto apreciamos.

O filme mostra bem esse estilo de vida. E tenho a certeza que, todo surfista de alma, quando está diante do filme, identifica-se com tudo, mesmo passando longe. Não deixem de assistir.
-
Um brinde a Eles. E um brinde aos que são, senão Reis de Dogtown, donos de sua própria coleira.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fala que eu te escuto. Aqui é tudo liberado.