terça-feira, 14 de julho de 2009

O palco, os artistas e uma platéia alucinada.

----------------------------Slater é quem pode bater Parko

Seja você tiver que trabalhar amanhã, fique doente hoje. Se estiver pensando em madrugar para surfar, dê uma folga para seus pés e ponha o despertador para funcionar. J-Bay está épico. Como há muito tempo não se via. As séries chegam a 2 metros com uma formação quase que perfeita. É tubo atrás de tubo. São os Deuses que tanto veem o sofrimento do povo africano, abençoando o universo do surf. Nada mais justo, afinal, acredito que nós surfistas temos uma alma solidária em relação ao próximo e aos problemas mundiais, porque já vimos que se depender dos homens de gravata, nosso planeta e nossas praias estarão perdidos.

Abriram-se as cortinas em Jeffreys, e o espetáculo finalmente começou. Sem roteiro definido, livres a sua vontade, os artistas estão fazendo apresentações de gala. Cada um que entra no palco dá show em um estilo diferente. A platéia, composta de milhares de apaixonados pelo mundo, acompanha e vibra a cada cena, a cada ato, a cada Barrel.


Com uma ótima previsão para a quarta-feira, mantendo o tamanho e as condições do vento, o show também está garantido. A direção vai lutar para finalizar o campeonato, pois para quinta-feira o mar já baixa consideravelmente. Então seja criativo, invente uma desculpa, pegue a gripe suína, faça o que for preciso, mas não perca amanhã ao vivo pela internet, um dos maiores espetáculos de surf que a África - um paraíso tão castigado - vai ter guardado em sua história.

Publicada também http://www.nextsurf.com.br/home/view.asp?paCodigo=7467

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fala que eu te escuto. Aqui é tudo liberado.